Notícias

Eaton Mogi (SP) recebe visita técnica para definir curso

  • A+ A-
  • PDF
  • Print option in slimbox / lytebox? (info)

No último dia 14 de setembro, a Eaton Mogi Mirim (a 151 km de SP), nova parceira do Projeto Formare, recebeu a Fundação Iochpe e a UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) para uma visita de diagnóstico. O exame avaliou o perfil da empresa para definir o eixo curricular do novo curso, elaborado de forma a respeitar o modelo de negócio da companhia.

O gerente de Engenharia Industrial Marcelo Pereira Coltri, presente na vistoria, aprovou o trabalho desenvolvido pela equipe: “Ganhei bastante entendimento de como o programa deve ser gerido. A visita é fundamental, considerando que o conhecimento que a empresa tem condições de fornecer aos alunos está diretamente ligado à sua atividade” (leia o depoimento na íntegra logo abaixo).


Divulgação

 

“Esta etapa procura identificar todas as estruturas disponíveis e onde elas são mais fortes. Desta forma, o curso consegue se adaptar ao ritmo e valores da própria empresa em um processo tranqüilo, sem acarretar turbulências futuras”, explica o professor Alfredo Vrubel, 50, responsável pela avaliação.

Também participaram das atividades Adriano Fassina (diretor da planta), Ricardo Mantovani (gerente Materiais), José Possobom (gerente Manufatura), Carlo Lissoni (gerente Opex),Wilson Lentini (gerente Manufatura), Claudio Oliveira (gerente Controladoria), Petra Rocha (gerente RH), Mary Hellen Ferreira (RH) e Cris Meinberg (Fundação Iochpe).


Como funciona
Os cerca de 90 cursos oferecidos hoje pelo Projeto Formare têm um eixo de disciplinas comuns às 54 empresas da rede, tais como fundamentação numérica, informática, comunicação e relacionamento e higiene, saúde e segurança. “Nossos cursos, no entanto, de forma alguma substituem o papel do Estado na formação destes jovens”, explica Zita Pimentel, coordenadora pedagógica do Formare.


Há ainda aqueles assuntos direcionados às áreas de atuação das empresas, que compreendem temas técnicos como alimentos e bebidas --no caso das empresas do ramo alimentício-- ou materiais e processos e instrumentos e medidas, assuntos que compreendem o universo de empresas automotivas (Da Fundação Iochpe, com colaboração de Mary Hellen Ferreira). 

 

::LEIA O DEPOIMENTO COMPLETO DE MARCELO PEREIRA COLTRI (GER. ENG. IND.):
“A visita de diagnóstico é fundamental, considerando que o conhecimento que a empresa tem condições de fornecer aos alunos está diretamente ligado à sua atividade. Por outro lado, o interesse da empresa é ter pessoas que possam atuar futuramente em sua atividade. Por estas duas razões, a atividade da empresa deve ser bem entendida para o programa ser bem efetivo.

Meu entendimento é que a visita foi, sim, satisfatória. Particularmente ganhei bastante entendimento de como o programa deve ser gerido do ponto de vista pedagógico, bem como dos exemplos que nos foram expostos durante a visita. Gostei também de algumas importantes dicas de comportamento que os educadores voluntários devem ter durante as sessões e de como desafiar os alunos.”

 

::VEJA FOTOS DA VISITA DE DIAGNÓSTICO

1101112131415161718192203456789

 

  

::MAIS DA EATON

>Alunos da Eaton participam de Semana do Meio Ambiente

>Eaton Valinhos (SP) realiza a abertura de sua segunda turma

>Eaton Caxias do Sul (RS) define grade curricular

>Eaton Valinhos (SP) celebra primeira formatura e integração de colaboradores

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

  • A+ A-
  • PDF
  • Print option in slimbox / lytebox? (info)
Joomla SEO by AceSEF